Curta o TV Ecologia no Facebook!

Eco-blogs

Blogs recomendados

Estatisticas

Siga pelo e-mail!!!

Postagens populares

Seguidores

Vinícius por Vinícius

Minha foto
Serra Negra, São Paulo, Brazil
Sou estudante do 8° semestre do curso de Administração na Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente moro em Serra Negra - SP, cidade do interior do Estado de São Paulo. Me siga nas redes socias: Twitter: https://twitter.com/vinicius_sn | Facebook: https://www.facebook.com/vinicius.sousa.3192 | Snapchat: viniciuslapa | Instagram: https://www.instagram.com/viniciussol/

Nossos Arquivos

Pessoas On-Line

Que marcas você quer deixar no planeta? Calcule sua Pegada Ecológica.

Previsão do Tempo

Direitos Autorais

Creative Commons License. TV ECOLOGIA está licenciado por Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-vedada um Criação de Obras Derivadas 3.0 Licença Brasil baseado nos trabalhos do TV ECOLOGIA. Permissões além do escopo desta licença pode estar sendo solicitada entrando em contato conosco.
domingo, 28 de março de 2010

8h30, 27 de março, Rio de Janeiro. “Esse gesto de apagar as luzes chama a atenção para o fato de que cada um pode fazer a sua parte pelo planeta, e esse pensamento está crescendo. A Hora do Planeta é um apagão do bem para as pessoas se iluminarem sobre a necessidade de preservar o meio ambiente”, afirmou o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, no evento oficial da Hora do Planeta no Jardim Botânico. Depois das palavras do ministro, da conselheira do WWF-Brasil Cinthya Howlett, do presidente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Liszt Vieira, do presidente do Conselho Diretor do WWF-Brasil, Álvaro de Souza, do vice-presidente de tecnologia e logística da Coca-Cola Brasil, Rino Abondi, e do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, foi desligado o interruptor simbólico das luzes dos monumentos ícones da Hora do Planeta 2010 na cidade. Imediatamente, ficaram no escuro Jardim Botânico, Cristo Redentor, Jockey Club, orla de Copacabana, Pão de Açúcar, Fiocruz, Arpoador e Igreja Nossa Senhora da Penha, além das casas de muitos cariocas que participam do movimento global que acontece pela segunda vez no Brasil. Boa surpresa Quem estava desavisado se surpreendeu com a iniciativa e recebeu a mensagem sobre a necessidade de preservação dos ecossistemas e a gravidade do aquecimento global. “Eu estava com meu filho brincando na areia e de repente apagou tudo. Tomamos um susto, mas quando soube o que era fiquei muito feliz, porque realmente precisamos ajudar o planeta”, diz Pedro Pedrosa, que presenciou o apagão na praia de Copacabana. Já aqueles que participaram do movimento global celebraram o apagar das luzes e apreciaram a cidade com um cenário diferente em diversos pontos. Ana Almeida Magalhães, também em Copacabana, conta que se emocionou com a Hora do Planeta. “Fiquei muito sensibilizada ao pensar que o mundo faz isso junto. O planeta não aguenta mais e dá provas disso o tempo todo”, diz. Enquanto o grupo de dança Intrépida Trupe se apresentava à luz de velas aos presentes no Jardim Botânico, um grupo de pessoas mobilizadas pela organização não governamental Energy Marcon fazia uma vigília à luz de velas na Lagoa Rodrigo de Freitas. Nos restaurantes Via Sete, Restô Ipanema e Zazá Bistrô os clientes jantaram à luz de velas. “O jantar está ótimo e é muito bom passar essa mensagem para filhos e netos. Sou muito fã de gestos simbólicos que falam alto silenciosamente”, conta a argentina Fabiana Magun, que jantou no Via Sete, em Ipanema. “O WWF-Brasil está muito satisfeito com a receptividade dos brasileiros para a Hora do Planeta 2010, que superou as marcas do ano passado. É por meio de movimentos como esse que a sociedade diz aos governantes que eles precisam agir pelo planeta”, disse Denise Hamú, secretária-geral do WWF-Brasil. “Cada ano mais gente participa desse movimento global, o que é sinal de que consciências estão se acendendo”, afirmou o ministro do Meio Ambiente Carlos Minc. Para o prefeito da cidade, Eduardo Paes, “é uma honra sediar a Hora do Planeta. O Rio de Janeiro depende diretamente do respeito ao meio ambiente porque um dos pontos altos da cidade é a qualidade de vida que oferece, e temos que fazer de tudo para preservar isso”. 21h30, 27 de março, Rio de Janeiro. A Hora do Planeta passou, os monumentos se acendem novamente, e a cidade volta ao que era antes. Mas nem tanto. A mensagem da urgência de se cuidar do planeta permanece para os moradores da cidade.

0 comentários:

©2012 TV Ecologia. Tecnologia do Blogger.