Curta o TV Ecologia no Facebook!

Eco-blogs

Blogs recomendados

Estatisticas

Siga pelo e-mail!!!

Postagens populares

Seguidores

Vinícius por Vinícius

Minha foto
Serra Negra, São Paulo, Brazil
Sou estudante do 8° semestre do curso de Administração na Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente moro em Serra Negra - SP, cidade do interior do Estado de São Paulo. Me siga nas redes socias: Twitter: https://twitter.com/vinicius_sn | Facebook: https://www.facebook.com/vinicius.sousa.3192 | Snapchat: viniciuslapa | Instagram: https://www.instagram.com/viniciussol/

Nossos Arquivos

Pessoas On-Line

Que marcas você quer deixar no planeta? Calcule sua Pegada Ecológica.

Previsão do Tempo

Direitos Autorais

Creative Commons License. TV ECOLOGIA está licenciado por Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-vedada um Criação de Obras Derivadas 3.0 Licença Brasil baseado nos trabalhos do TV ECOLOGIA. Permissões além do escopo desta licença pode estar sendo solicitada entrando em contato conosco.
terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Para pesquisadores, essa técnica é mais barata do que outros procedimentos.

AGÊNCIA NOTISA – Mesmo com toda a fiscalização existente, ainda são muitos os casos de contaminação do meio ambiente por resíduos industriais. Esses resíduos atingem solos, rios, lençóis freáticos, entre outros, prejudicando a vida de milhares de pessoas direta ou indiretamente. De acordo com cientistas da Unicamp, uma vez que tais acidentes ocorrem, a única forma de resolver o problema é tentar recuperar as áreas contaminadas, através de técnicas de remediação.

“Os frequentes derramamentos de petróleo e seus derivados registrados em solos brasileiros vêm motivando o desenvolvimento de novas técnicas que visam, principalmente, a descontaminação dessas matrizes. São técnicas, físicas, químicas e biológicas, usadas para remoção ou a degradação de petróleo derramado e para a redução de seus efeitos sobre o ecossistema, especialmente os tóxicos”, explicam Juliano Andrade e colegas no estudo “Biorremediação de solos contaminados por petróleo e seus derivados”, publicado em setembro de 2010 na revista Eclética Química.

Eles mostram que, dentre as técnicas desenvolvidas, a "biorremediação" vem se destacando como uma alternativa viável e promissora para o tratamento de solos contaminados por petróleo e seus derivados. De acordo com os especialistas, de modo geral, a biorremediação baseia-se na degradação bioquímica dos contaminantes por meio da atividade de microorganismos presentes ou adicionados no local de contaminação.

“Geralmente, os microorganismos utilizados são bactérias, fungos filamentosos e leveduras. Eles são importantes em função de seus efeitos bioquímicos e por destruírem ou transformarem os contaminantes potencialmente perigosos em compostos menos danosos ao ser humano e ao meio ambiente”, dizem.

Os pesquisadores salientam que, o primeiro fator para definir se a biorremediação é a técnica mais apropriada para o tratamento do local contaminado é a biodegradabilidade do contaminante, ou seja, se o microorganismo irá conseguir metabolizar aquele composto poluidor. “Por isso, o estudo detalhado de cada parâmetro que afeta a biodegradação deve ser feito cautelosamente pelos responsáveis do projeto de remediação”, aconselham.

Para ver o artigo na integra, acesse: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-46702010000300002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt.

0 comentários:

©2012 TV Ecologia. Tecnologia do Blogger.