Curta o TV Ecologia no Facebook!

Eco-blogs

Blogs recomendados

Estatisticas

Siga pelo e-mail!!!

Postagens populares

Seguidores

Vinícius por Vinícius

Minha foto
Serra Negra, São Paulo, Brazil
Sou estudante do 8° semestre do curso de Administração na Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente moro em Serra Negra - SP, cidade do interior do Estado de São Paulo. Me siga nas redes socias: Twitter: https://twitter.com/vinicius_sn | Facebook: https://www.facebook.com/vinicius.sousa.3192 | Snapchat: viniciuslapa | Instagram: https://www.instagram.com/viniciussol/

Nossos Arquivos

Pessoas On-Line

Que marcas você quer deixar no planeta? Calcule sua Pegada Ecológica.

Previsão do Tempo

Direitos Autorais

Creative Commons License. TV ECOLOGIA está licenciado por Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-vedada um Criação de Obras Derivadas 3.0 Licença Brasil baseado nos trabalhos do TV ECOLOGIA. Permissões além do escopo desta licença pode estar sendo solicitada entrando em contato conosco.
sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Com o calor dos últimos meses, talvez você possa receber uma visita inesperada na sua casa. Nessa época do ano é comum o aparecimento dos temíveis animais peçonhentos, pois é no verão que eles se proliferam rapidamente pelo clima quente e úmido. Escorpiões, cobras e aranhas se tornam comuns em áreas próximas a pedreiras, construções, e terrenos baldios, porém, especialmente os escorpiões podem chegar a sua casa através de ralos e de pias, pois eles também vivem nos esgotos da cidade e se alimentam de baratas.


Escorpião Amarelo (Imagem: Wikipedia)
O Escorpião Amarelo (Tityus serrulatos) é um escorpião típico da região Sudeste do Brasil. É o escorpião responsável pelo maior número de acidentes e mortes no Brasil. Mede cerca de 7 cm de comprimento. Seu período de gestação é de 3 meses, o que ocorre duas vezes por ano, gerando 20 filhotes em cada gestação. Vive em média 4 anos. Assim como todo escorpião, seu veneno é neurotóxico e age diretamente no sistema nervoso. Sua dolorosa picada provoca uma dor intensa que se espalha pelo corpo, o deixando sensível ao toque. A toxina age em uma parte do cérebro que controla os movimentos peristálticos e da respiração, fazendo com que a vítima morra de parada cardio-respiratória.


Jararaca (Imagem: Wikipedia)
Nem todas as cobras brasileiras são venenosas, somente 30% delas, porém, a cascavel, a coral e a jararaca são donas de venenos poderosos que podem levar uma pessoa a óbito se não tratada com urgência. Como todos já sabem, é contra-indicado tentar sugar o veneno da cobra ou fazer torniquete no local da picada. O correto é lavar o local com água corrente, deitar a vítima, e elevar o membro ou local da picada e levar a um pronto-socorro o mais rápido possível para que seja aplicado o soro anti-ofídico. Se possível, leve a cobra, viva ou morta junto, para que possa facilitar a dentificação da espécie para o melhor tratamento.





ARANHAS*
  • Caranguejeira: cor marrom-escura, coberta de pelos, pode atingir até 25cm de comprimento com as patas estendidas. Dificilmente pica. O que ocorre é uma dermatite pela ação irritante dos pelos.
  • Aranha-de-jardim: tem coloração acinzentada. O animal adulto tem envergadura de 5cm a 6cm. Habita campos e gramados. No local da picada pode haver descamação.
  • Aranha-marrom: tem cor avermelhada. Vive sobre cascas de árvores e casas. Só pica quando é amassada. No momento da picada, há pouca dor, mas de 12 a 24 horas após, ocorre necrose.
  • Armadeira: tem cor marrom acinzentada. Fica em terrenos baldios, sob cascas de árvores. É agressiva. Após a picada, ocorre dor intensa.

Por tanto, atenção redobrada nesse verão, afinal de contas, ninguém quer ser picado por um desses nossos amiguinhos, não é?!

* Informações sobre as aranhas foram retiradas do site Diário da Manhã. Para ler a notícia na íntegra acesse http://www.diariodamanha.com/noticias.asp?a=view&id=55100.


Vinícius de Sousa Oliveira Lapa
Redação do TV Ecologia.

0 comentários:

©2012 TV Ecologia. Tecnologia do Blogger.