Curta o TV Ecologia no Facebook!

Eco-blogs

Blogs recomendados

Estatisticas

Siga pelo e-mail!!!

Postagens populares

Seguidores

Vinícius por Vinícius

Minha foto
Serra Negra, São Paulo, Brazil
Sou estudante do 8° semestre do curso de Administração na Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente moro em Serra Negra - SP, cidade do interior do Estado de São Paulo. Me siga nas redes socias: Twitter: https://twitter.com/vinicius_sn | Facebook: https://www.facebook.com/vinicius.sousa.3192 | Snapchat: viniciuslapa | Instagram: https://www.instagram.com/viniciussol/

Nossos Arquivos

Pessoas On-Line

Que marcas você quer deixar no planeta? Calcule sua Pegada Ecológica.

Previsão do Tempo

Direitos Autorais

Creative Commons License. TV ECOLOGIA está licenciado por Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-vedada um Criação de Obras Derivadas 3.0 Licença Brasil baseado nos trabalhos do TV ECOLOGIA. Permissões além do escopo desta licença pode estar sendo solicitada entrando em contato conosco.
quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Parque Jardim Represa Dr. Jovino Silveira
Esta temporada de verão 2013 - 2014 está sendo muito anormal, pois nesta época do ano são esperados altos volumes de chuva, entretanto, não é isso que temos presenciado. A Represa Dr. Jovino Silveira é o principal ponto de captação de água para o abastecimento da cidade de Serra Negra, sendo utilizada por cerca de 83% da cidade e se encontra neste verão em um período crítico pelo baixa precipitação na região. A média pluviométrica dos últimos 12 anos na cidade, segundo dados da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), no mês de janeiro é de 384.7 mm, porém, em janeiro de 2014, o índice ficou extremamente abaixo da média, 99,9 mm. O cenário atual lembra muito os períodos de estiagem que acontecem nos meses de agosto e setembro.



Em entrevista ao Jornal O Serrano, publicado no dia 31 de janeiro, o gerente local da Sabesp, Gilberto Tamelini afirma que, apesar da falta de chuva, ainda não há previsão de racionamento ou rodizio de água. A Sabesp ainda conta com uma ETA (Estação de Tratamento de Água) no Jardim do Salto, um bairro da cidade, que bombeia 4,32 milhões de litros cúbicos de água diariamente a um reservatório de água localizado na Estância Suíça. Já na barragem, um esquema de bombeamento de água do córrego Santa Lídia para o logo da represa foi ativado. Mesmo assim é importante economizar água, não somente para pagar um valor menor na conta mensal, mas para poupá-la para que não haja riscos de racionamento. Segundo dados da Climatempo, só previsão de chuvas significativas para a região de Campinas e o sudeste como um todo a partir do dia 14 ou 15 de fevereiro, porém essa chuva não é suficiente para encher os reservatórios das cidades que estão passando por racionamento de água ou que tem seus rios e reservatórios em níveis atípicos para esta época do ano. Os maiores volumes de chuva são esperados para o mês de março, que será um mês muito chuvoso, e que como consequência, trará além da chuva forte e tempestades, os problemas que todos conhecemos, como a possibilidade de enchentes, alagamentos, deslizamentos de terra e queda de árvores.

Qual o motivo de não chover se faz tanto calor?

Sistema de Alta Pressão no Oceano Atlântico no
mês de Janeiro. (Imagem: INPE - CPTEC)
Segundo a Climatempo, o que impede a formação de nuvens de chuva no centro-sul do país deve-se a um Sistema de Alta Pressão ou Anti-ciclone que está estacionado no Oceano Atlântico, próximo ao litoral brasileiro. Este sistema de alta pressão impede que a umidade da Amazônia e a frente fria polar vinda da Antártida chegue ao sul, sudeste e centro-oeste do país. Sem essa umidade, os dias ficam mais quentes e secos, aumentando o ozônio na atmosfera pela falta de formação de nuvens, pois estas não se formam somente com a evaporação da água em dias de calor - as nuvens se formam pela condensação do vapor de água pelas frentes frias e pela umidade. Porém, este sistema que está sobre o Oceano Atlântico começa a se mover lentamente nos próximos dias, liberando a passagem de frentes frias polares, resultando na formação de nuvens de chuva. Isso deve ocorrer por volta dos dias 13, 14 e 15 de fevereiro. A segunda quinzena de fevereiro será caracterizada por chuvas, que serão responsáveis pela estabilização da atmosfera, que atualmente está muito quente, um calor anormal mesmo para o verão. As temperaturas estão facilmente passando os 35 °C todos os dias, o que não é comum, pois no verão, a temperatura, em média chega a 34 °C e depois eram amenizadas pelas pancadas de chuva que aconteciam pela tarde. Com isso, teremos um março muito chuvoso, que será responsável por encher os reservatórios e dar vida aos rios, porém, toda essa chuva trará muitos problemas bem conhecidos do verão.

Vinícius de Sousa Oliveira Lapa
Redação do TV Ecologia

0 comentários:

©2012 TV Ecologia. Tecnologia do Blogger.